Artigos

Dicas de Maquilhagem para as mamãs!

Olá!!!

Aqui estou eu mais uma vez com um post que penso ser de interesse das minhas queridas mamãs!!!!! A Maquilhagem!!!!!

Pois bem, quem faz sessões comigo tem seeeempre como recomendação maquilhagem e cabelo, mesmo que de forma super natural.
Afinal de contas vão tirar umas fotos lindas, com a vossa família maravilhosa. Isso já por si vos deixa um pouco nervosas “não tenho jeito para a fotografia, não sou fotogénica” etc e tal. Pelo que aqui, a maquilhagem e o cabelo, para além e vos dar um ar fresco (todas bem sabemos das noites mal dormidas e da correria que é a semana), dá-vos um boost de confiança para a vossa sessão. E… igualmente no dia a dia!!!

Pois é, hoje venho vos deixar umas dicas sobre coooooomooooo terem um arzinho fresco no vosso dia-à-dia sem perderem muito tempo! Como mãe de dois, para mim cada minuto da manhã é precioso, e se puder ficar mais uns minutinhos na cama, apesar de só serem isso (minutinhos) fazem toda a diferença heheheehehhe quem está comigo???

Então, para vos deixar umas dicas interessantes falei com uma das maquilhadoras que vem ao estúdio maquilhar as minhas mamãs, a Andreia Martins. Para quem a conhece sabe que ela é maravilhosa no que faz! Todas as minhas clientes gabam a forma como a sua pele fica super natural e luminosa após a maquilhagem.

A Andreia, para além de maquilhar, tem a sua academia com uma equipa maravilhosa (a Margarida e a Marisa), onde dá formação de maquilhagem a nível profissional ou mesmo a nível pessoal (workshop de auto-maquilhagem individual).

Ahhhhh, não poderia deixar de vos apresentar a Andreia, através desta [LINDA] foto de capa 😛 não poderia deixar de “puxar a brasa à minha sardinha”

Portanto, deixamo-vos aqui algumas dicas em que poderão ter uma maquilhagem simples e rápida para saírem de casa com um ar fresco e revigorado e super natural.
  • Material mínimo recomendado:
    1. Corrector de olheiras
    2. Pó bronzeador
    3. Máscara de pestanas
    4. 1 Pincel bronzer
    5. 1 pincel para esfumar olhos

Vamos então por partes.

O Corrector de olheiras é F.U.N.D.A.M.E.N.T.A.L. Pode não usar base nem CC, mas o corrector é importante pois é ele que irá disfarçar o nosso maior mal: as olheiras. Que são praticamente inevitáveis com a privação de sono que somos alvo após sermos mães. Algumas têm sorte e é uma fase curta, alguns meses ou semanas. Outras não têm tanta sorte e é uma fase que dura anos. Eu tive as duas situações 😀

Podem aplicar o corrector de olheiras com os dedos, com o aplicador quando vem, com uma beauty blender ( esponjinhas de maquilhar) ou com um pincel.

O Pó Bronzeador, ideal para nos dar uma cor nas maçãs do rosto. Depois de uma noite mal dormida faz-nos logo ressuscitar. O bom da coisa é que esse mesmo pó bronzeador pode ser usado na pálpebra, de forma esfumada. Puxando assim um tom natural, ligando com o tom da bochecha e dando-nos um ar arranjado.

A Máscara de Pestanas, aquela arma simples que nos destaca as pestanas e nos dá um olhar lindo!

Para terminar, não o pus na lista mas penso que isso todas as mulheres têm, um baton! Um nude é o ideal para o dia à dia e para um look natural. No entanto, para quem gosta (estilo eu) podem arriscar no vermelho tradicional, vermelho escuro, amora, etc! Eu adoro particularmente os baton matte, mas temos uma infindável escolha por entre matte, acetinado, brilhante e glossy.

Esta simples maquilhagem conseguem fazê-la em 10/15minutos garantidamente.

Bom, confesso que este artigo está na gaveta desde Fevereiro e só agora tive tempo de o publicar. Apesar de estarmos confinados em casa, poderão aproveitar as dicas para irem treinando para quando voltarem ao trabalho conseguirem fazer esta MAKE em 5min!

Para quem prefere também ter algo para a pele, poderá sempre apostar numa boa base ou num CC cream, que é um creme hidratante com cor.

Marcas? Existem diversas marcas boas, dependendo de cada produto. Desde as que encontra em loja (Sephora, Becca, MAC, Clarins, Hudda Beauty, etc) e as de venda personalizada como a Mary Kay por exemplo.

Poderão sempre informar-se com a Andreia, seguir o instagram dela com dicas e opiniões sobre as diversas marcas que ela usa. Apostem em marcas de qualidade, pois fazem TODA a diferença.

Para quem ficou com algum entusiasmo é contactar a Andreia para um Workshop de Auto-Maquilhagem individual, e aí saberem maiiiisss coisinhas para uma maquilhagem completa, de dia ou de noite e adaptada ao vosso rosto e tipo de pele!

Espero que tenham gostado desta breve partilha! Resolvi abordar este tema pois como mãe de dois, tem manhãs que ao olhar ao espelho penso: uiiiii ainda assusto os meus clientes heheheheeh então bora lá fazer uma fast makeup para refrescar a tez! 😀

Bom fim-de-semana e até ao próximo post!!!!
Suzy
www.suzyvieira.pt

Sessão de Família & Auto-Estima do seu filho/a

Hoje venho vos falar um pouquinho mais sobre a IMPORTÂNCIA das sessões de família.

Quem me conhece, sabe que faço questão de realizar uma sessão de família TODOS os anos! E porquê? Porque quero ter bem registadinho como todos mudámos, como todos crescemos, seja em altura, largura ou rugas! Quero ter a nossa história a um dedo de distância dos meus filhos, impressa em álbuns, para eles poderem ver e rever com orgulho, fazerem inúmeras perguntas de como eles eram naquela idade. Quero assim criar mais momentos de partilha e de conversa boa. O brilho nos seus olhos a cada página é inexplicável e para mim de extrema importância!

Por exemplo, o meu filho tem 5 anos e adora levar de vez em quando para a escola um dos nossos álbuns, para mostrar aos amiguinhos e contar a sua história. Nem imaginam o ar orgulhoso com que vai, de álbum debaixo do braço e sorriso gigante: “Vou levar para os meus amigos verem como era quando tinhas a mana na barriga mamã!”

Já a mana, com 2 anos, fica entusiasmada a gritar os nomes de cada um que ela vai vendo nas fotos: “Oiaaaaa a Niana!! (Diana); E o meu mano!!!” de sorriso rasgado.

Para mim isto é o que importa. O seu sorriso ao permitir-lhes ver como eram, que já foram bebés, que fizemos questão de os fotografar por transbordar de orgulho e amor por eles e imprimimos para terem acesso a elas a qualquer momento. Para além dessa alegria, sabiam que terem fotos impressas contribui igualmente para a sua auto-estima?

Os factos

Então, um estudo revelador foi realizado em 1975 com um grupo de alunos da quarta série de uma escola do Tennessee pela Tulane University. Durante um período de cinco semanas, as crianças tiraram fotografias instantâneas com uma Polaroid a si mesmas em diversas poses, e expressando diversas emoções. As crianças usaram as suas próprias fotos impressas e criaram álbuns de recortes uma vez por semana ao longo dessas cinco semanas. Os testes dos alunos e professores na conclusão do estudo revelaram um aumento significativo de 37% na média referente aos comportamentos de auto-estima dos alunos. Este estudo de Murfreesboro mostra algumas evidências de que a fotografia pessoal de crianças vistas e apreciadas de uma maneira específica pode ajudar a aumentar a auto-estima de uma criança.

Mas como pode a fotografia de família, especificamente retratos de família, ajudar a aumentar a auto-estima de uma criança?

David Krauss, um psicólogo licenciado de Cleveland, Ohio, diz: “Eu acho que é realmente importante mostrar uma família como uma unidade familiar. É tão útil que as crianças se vejam como uma parte valiosa e importante dessa unidade familiar. O trabalho de um fotógrafo é criar e fazer com que a imagem pareça um espaço seguro para crianças onde elas estão seguras e protegidas. As crianças conseguem isso num nível realmente simples ”.

Neste seguimento, Krauss é um dos pioneiros a usar a fotografia pessoal e os álbuns de família das pessoas para ajudar na orientação e na terapia de saúde mental. Ele é coautor de “Photo Therapy and Mental Health” em 1983, considerado como um texto fundador para o uso da fotografia em terapia.

“Ele permite que as crianças aprendam quem são e onde se encaixam”, diz Judy Weiser. Psicóloga, arteterapeuta e autora baseada em Vancouver. “Eles aprendem sua genealogia e a singularidade de sua própria família e sua história. Quando uma criança vê um retrato de família com ela incluído na fotografia, ela diz a si mesma: “Essas pessoas vêm-me como parte do que são, por isso pertenço aqui. Esta é a minha origem.”

Para isso, Weiser passou mais de 20 anos a usar fotografias pessoais no processo de tratamento dos seus pacientes. Ela é considerada por muitos como a principal responsável nessas técnicas de tratamento, chamada PhotoTherapy.

Quando se trata de ter o maior impacto positivo para o seu filho/a, o que é melhor: ficheiros digitais ou impressões?

 

Dado à era digital em que vivemos, os ficheiros digitais são uma realidade quase inevitável. Em vez de imprimir e exibir as suas fotografias, as famílias estão cada vez mais a utilizar as suas imagens no formato digital, seja num dispositivo móvel, PC ou redes sociais. No entanto, será que uma imagem num tablet, num ecrã de computador ou numa rede social terá o mesmo impacto na auto-estima de uma criança?

“A minha opinião é muito simples. Eu acho que elas (fotos de família) devem estar na parede ”, diz Krauss.
“Sou muito conservador em relação à auto estima. Acho que se deve colocar uma foto de família num local dentro da casa onde a criança possa vê-la todos os dias sem ter que ligar um aparelho ou clicar num computador para descobrir que realmente chega a casa, que aquela criança sente essa sensação de segurança e conforto. As fotografias são providas de uma certeza sobre elas e uma qualidade protetora transmitidas à criança. Isso permite-lhes saber onde estão na hierarquia e que são amados e cuidados ”, diz Krauss.

Para além de Krauss e Weiser, a importância das fotografias impressas expostas dentro de casa é defendida por diversos especialistas!

“Na minha opinião pessoal e clínica é que há algo muito poderoso ao tocar com os seus próprios dedos numa impressão”, diz Craig Steinberg, um psicólogo licenciado que trabalha com crianças de 5 a 13 anos perto de Eugene, Oregon. ” Tocar numa fotografia que tem um sorriso, é a mesma coisa que tocar um livro quando o está a ler. Há uma grande estimulação do cérebro quando temos essa experiência sensorial. Isso é um pouco perdido na mudança para o digital. Estamos a tocar num teclado, rato ou touchscreen, mas não estamos a tocar na imagem. ”

“A exibição de fotos em destaque dentro de casa transmite a mensagem de que nossa família e as pessoas nela são importantes umas para as outras e honramos as memórias que vivenciamos”, diz Cathy Lander-Goldberg. Penso que não poderia estar mais de acordo com esta frase!!! Cathy é assistente social clínica licenciada, fotógrafa profissional em St. Louis, Missouri e diretora da Photo Explorations, que oferece workshops para meninas e mulheres que usam retrato e diário para auto-reflexão.

Para além disso, Krauss recomenda que essas fotos da criança com a família sejam colocadas no quarto da criança para que ela possa estar entre as últimas coisas que vê antes de dormir e a primeira coisa que pode ver antes de começar o dia. “Diz que o amamos e que nos preocupamos com ele. Ele é importante”

Finalmente…

Bem, depois de todo este texto sobre a auto-estima da criança vamos para uma galeria fresquinha? Uma família que adoro (meus cunhados e sobrinhos lindos!!!) e que fotografei na praia, neste sol do Algarve que tem a benesse de nos aquecer mesmo em dias de Inverno!!!

E agora, ficou com vontade de agendar a sua? Então saiba tudo sobre as nossas sessões de família >>AQUI<< !
Contacte-nos e peça-nos a nossa disponibilidade que já está limitada até ao final do Verão!

Boa Quinta-feira!!!!
Suzy
www.suzyvieira.pt