cabelos

Dicas para um cabelo saudável

Oláaaaaaaaaa!

Como está a correr o confinamento? Por cá muito estudo, brincadeira, bolos, e purpurinas ahahha

Então, porque, antes de sermos mães, somos mulheres lindas, uma das coisas a que damos importância ao olhar para o espelho (para além das olheiras ahahah vejam aqui o artigo sobre dicas para uma maquilhagem express) são os cabelos! Sejam eles curtos, compridos ou assim-assim, lisos, ondulados ou encaracolados, têm uma forte influência na nossa imagem e por consequência na nossa auto-estima!

Por isso mesmo, achei interessante falar numa coisa super simples mas que nem todas temos conhecimento total: cuidados básicos para o nosso cabelo.

E quando digo cuidados básicos refiro-me à rotina ideal para um cabelo saudável, ao champô mais adequado e outras coisas mais.

Este artigo está direcionado para as mulheres em geral mas tem igualmente dicas para as recém-mamãs, que num período pós-parto vê-se a braços com uma maior queda de cabelo.

Para obter estas informações falei com a minha querida Suse Castro, a menina que está por detrás de todos os penteados lindos realizados às minhas mamãs, e claro a que cuida do meu cabelo e do da minha filhota 🙂

 

Vamos então começar pela rotina ideal !!!

Primeiro convém dizer que o ideal é lavar o cabelo não mais do que 2 a 3x por semana. E porquê? Porque a sua raiz leva cerca de 48h a secar, pelo que lavagens frequentes geralmente tornam a raiz mais mole e por isso a fácil quebra da mesma está mais eminente.

No duche, lave o cabelo 2x. A primeira lavagem é efetivamente para lavar o cabelo e o couro cabeludo. A segunda lavagem trata o fio em si.

Após a lavagem, aplique a máscara e deixe atuar por 5 minutos. De seguida enxague bem.

Depois aplique o amaciador, deixe atuar 5 minutos e volte a enxaguar bem.

Ao secar o cabelo com a toalha tenha em atenção para não o friccionar demasiado . Uma vez que ele está molhado irá partir-se mais facilmente.

Finalmente, seque com secador, a uma temperatura QB, principalmente na zona das raízes, para estas não amolecerem demasiado.

 

Bem, mas para que a lavagem seja efetiva é igualmente importante a qualidade dos produtos que usa.

Para isso convém ter em conta o seu tipo de cabelo bem como o couro cabeludo. Eu por exemplo tenho um couro cabeludo sensível, pelo que uso um champô adequado a essa situação. Um champô normal a mim causa-me imensa comichão no couro cabeludo para além de ficar com ele a escamar.

 

Sendo assim, que tipo de champô é mais aconselhado?

Sendo cabeleireira é natural que a Suse não aconselhe um champô de supermercado, e sim a marca que usa no seu atelier pois sabe quais os resultados que irão ter nos cabelos das suas clientes. Neste caso a Suse usa a marca BioSeivas.
– Para as que têm queda de cabelo, escamação, comichão no couro cabeludo ou algumas patologias: Bioseivas Couro Cabeludo Sensível Champô calmante
– Cabelos secos: Bioseivas Cabelos Secos Champô nutritivo
– Para cabelo super seco com pontas espigadas e o cabelo crespo: Bioseivas Cabelo Muito Seco e Danificado, Champô reconstrutor
– Cabelo muito fino: Bioseivas Cabelos Finos Champô Volume, que irá dar mais vitalidade ao cabelo.


Ademais, perguntam vocês, existe algum ingrediente que devemos ter em consideração na escolha de champô?

Para além dos famosos parabenos, o silicone é prejudicial quando há uso excessivo, pois ele faz um género de verniz por cima do cabelo parecendo que ele está lindo e hidratado mas na realidade é só lustro nada mais, para além de que em excesso torna-o mais pesado.

O silicone poderá estar presente tanto nos champôs como nos amaciadores, por isso estejam atentas!

 

Outra questão frequente é: uso de máscara, amaciador ou ambos?

Como devem ter reparado, na rotina ideal coloquei o uso de ambos. No entanto, numa análise mais personalizada à pessoa, o uso de máscara ou amaciador dependerá sempre do tipo de cabelo (seco ou oleoso).

Temos também de ter em atenção que máscara e amaciador são coisas diferentes. Se for usar máscara, é preciso usar também o amaciador. E porquê? Porque o shampoo abre a cutícula dos fios, a máscara hidrata os fios e o amaciador finaliza o procedimento, selando a cutícula.

 

Para além dos produtos de aplicação directa, convém também ter em consideração o nosso organismo, e com isso refiro-me a vitaminas! Pois poderemos usar os melhores produtos mas se o nosso organismo estiver debilitado, não será suficiente.

A melhor vitamina que a Suse aconselha é o acido fólico (chamado também como folato, do complexo B) pois estimula muito o crescimento do cabelo tornando-o mais espesso. No entanto, caso a grávida, recém-mamã ou mesmo a mulher que não está numa dessas fases, tenha carência de outras vitaminas, só o ácido fólico não irá funcionar,  uma vez que a carência das outras vitaminas irão afetar o crescimento do cabelo. Existem mesmo umas vitaminas em forma de gomas, que são ideais para complementar a sua rotina. A Suse poderá informá-la mais sobre essa questão.

Nota à parte, o ácido fólico tem também um papel importante na saúde da pele e das unhas.

 

Outra questão que coloquei é se existe algum corte que a Suse aconselhe para a grávida/recém-mamã.

E as dicas são basicamente evitar as franjas pois na altura da amamentação é complicado, os cabelos vão para os olhos e dão muito calor na testa podendo criar biquinhos do calor/suor. Para além disso, tentar fazer cortes de cabelo onde a parte da frente fique sempre comprida para poder atar e não atrapalhar com o bebé.

 

Sabemos que há diversas atitudes nossas que prejudicam o cabelo, como usar penteados apertados, o cabelo sempre preso, excesso do uso da prancha e babyliss.

E ao comentar isso com a Suse, a resposta que obtive foi que o prejudicar é muito relativo. Por exemplo, na amamentação o bebé retira muitas vitaminas da mãe e o cabelo depois perde o brilho e a elasticidade. Dependerá sempre da situação em si. O conselho é mesmo ir ao cabeleireiro fazer o diagnóstico do cabelo, de forma a indicar a melhor rotina para o seu cabelo de acordo com os problemas detetados.

Para além disso é importante ir cortar o cabelo regularmente. É natural que algumas pessoas não gostam de cortar o cabelo muitas vezes, para mantê-los compridos. No entanto, cortar o cabelo é necessário para a saúde dos fios, pois ao cortar eliminam-se as pontas duplas e secas. Para além disso, cortar o cabelo auxilia no crescimento.

 

E pronto, fico-me por aquiiiiiiiiii!

 

Gostaram destas dicas e querem obter mais? Então sigam a Suse no seu perfil instagram ou facebook!

Lá irão encontrar diversas dicas sobre os mais diversos assuntos (como cuidar do cabelo, melhores produtos para alisar o cabelo com a prancha, melhor rotina matinal para cabelo encaracolado ou liso, etc)!

 

E não se esqueçam, cuidem de vocês!

 

Até breveeeeeeeeeeee

Suzy
www.suzyvieira.pt